Fazer a barba

Dia 71

Por sorte, eu tive barba bem tarde. A primeira vez que tive que fazer foi aos 19 anos (isso se considerar passar a gilete nas penugens "fazer a barba"). Nunca quis ter barba e sempre gostei de não ter que fazer. Tive colegas de colégio que já faziam barba quase todos os dias, enquanto eu precisei chegar na faculdade pra me preocupar em raspar o quase nada que tinha.

Comecei a fazer uma vez por mês, até estabilizar em uma vez a cada duas semanas. Ao mesmo tempo, pela barba ter começado tarde, hoje ela ainda não é completa, fechada, suficiente para eu deixar crescer. Não que eu queria.

Eu sempre soube do trabalho que é fazer a barba diariamente e por isso mesmo eu nunca desejei ter barba. Também tenho noção do que é cuidar de uma barba grande e também não tenho planos para cultivar uma.

Até pouco tempo eu usava gilete pra raspava tudo. E mantinha esse ritual a cada 10, 15 dias. O problema de raspar é minha pele oleosa ajuda bastante a ter espinhas. Foi então que eu descobri o barbeador elétrico e a possibilidade de só deixar ela baixa.

Sendo assim, hoje, a cada duas semanas, eu só corto bem curto e pronto. Bem mais prático e decretando praticamente o fim das espinhas.

Até amanhã.



Written by Eduardo Elias in 100posts on Thursday, 19 de October de 2017 às 22:25. Tags: 100posts,

Comments

comments powered by Disqus