Os dois lados: O lado de Polyanna

Tudo tem dois lados. Os dois lados da moeda. In-yang.

Pollyanna é um livro que fala sobre uma garota que faz um jogo para procurar encontrar o lado bom em tudo na vida. Em todos os acontecimentos, especialmente os ruins, ela procura algo que possa ajuda-la a continuar contente.

image0

Depois que li esse livro (a mais de 15 anos), comecei a observar os dois lado das coisas. Hoje, sou capaz de afirmar que praticamente qualquer coisa tem seu lado bom. É só observar direito. Algumas coisas, infelizmente, só conseguimos ver depois. Sabe aquele azar tremendo que você deu e depois que o tempo passou você descobriu que foi sorte?

Imagina se você tivesse até hoje com aquele traste, hein? :P

Não é fácil. Quanto mais complicado, quanto mais traumático for a situação, mais difícil será achar o lado bom. Mas ele está lá. E não só ajuda a passar o tempo, mas é uma das chaves para mudar, aprender, crescer.

Eu sou bem realista. Racional. E estou sempre tentando achar o lado bom das coisas. Tentando tirar proveito de situações inevitáveis ou que não tem mais volta. É um exercício diário e ao contrário de Pollyanna que conseguiu fazer isso, quase, da noite pro dia. Eu tenho que fazer isso todo o santo dia. Ah, e os dias que não são santos também.



Written by Eduardo Elias in Pensando on Monday, 25 de April de 2011 às 10:59. Tags: Escolhas, Mudancas,

Comments

comments powered by Disqus