Confiar na memória

Dia 66

Tudo que somos é uma mistura de nosso jeito de ser com nossas memórias. Já as memórias são registros de nossas experiências. Mas e se a memória for falsa?

Confiar no que lembramos é algo complicado já que uma memória pode ser totalmente falsa. Quanto maior riqueza de detalhes mais confiança temos no que lembramos, mas mesmo assim, como saber se a memória não é falsa.

Reforçar algo que lembramos nos ajuda a confiar cada vez mais na memória. Lembramos de uma rua, e todo dia que passamos na mesma rua, tudo está mais ou menos como lembramos. Mas imagina que você nunca passasse de verdade na rua e apenas lembrasse que "ontem" você passou na rua? Qual a diferença disso e se houvesse apenas a lembrança?

Quanto mais pessoas lembram da mesma coisa, menos dúvidas temos das lembrança e mesmo assim nada garante que o que estamos lembrando é algo real.

Se pensar nisso um pouco, vai chegar a conclusão que talvez nada seja real já que apenas o que está acontecendo nesse exato momento é real. O resto são apenas lembranças e lembranças podem ser falsas.

Pensa um pouco nisso, mas não muito ou vai ficar maluco!

Até amanhã.



Written by Eduardo Elias in 100posts on Saturday, 14 de October de 2017 às 21:38. Tags: 100posts,

Comments

comments powered by Disqus