Inflação

Inflação

Dia 28

O aumento de preço é conhecido como sinônimo para inflação. Só que o aumento de preço é apenas uma consequência da inflação.

É possível haver inflação com aumento de preço (o caso que mais conhecemos).

É possível haver inflação sem aumento de preço.

É possível, apesar de raro, haver inflação e redução de preço.

Inflação é o aumento da base monetária ou criação de dinheiro, que tem efeitos diferentes dependendo de outros fatores como oferta e demanda e geração de riquezas.

O aumento da base monetária só aumenta o preço das coisas se ela acontecer mais rápido que o aumento da riqueza produzida. Assim como aconteceria uma diminuição nos preços se houvesse uma inflação mais lenta que a riqueza produzida.

A inflação do jeito que estamos acostumados é o aumento "sem dó" da base monetária pelos governos. E do jeito que é feito transfere a riqueza de muitos para poucos.

A cada novo real impresso é, proporcionalmente, um real em riqueza a menos que cada pessoa perde. E esse novo real criado (que agora representa uma parte da riqueza) vai para quem teve acesso a ele primeiro. Em geral quem tem acesso a empréstimos. Quando tem juros subsidiado (BNDES) melhor ainda.

BNDES é quase você sendo roubado duas vezes. Uma na impressão do dinheiro e outro no subsidio aos juros.

Esse novo real criado, quando chegar na economia, vai dar sinais aos provedores de produtos e serviços que existe uma demanda maior de dinheiro o que faz os preços subirem.

E tem gente que acha que a culpa da alta de preço é das lojas.

Até amanhã.



Written by Eduardo Elias in 100posts on Wednesday, 06 de September de 2017 às 18:33. Tags: 100posts,

Comments

comments powered by Disqus